Quinta, 25 de Julho de 2024
17°C 26°C
Rio de Janeiro, RJ

Jovem Aprendiz Santander 2023: Banco abrirá inscrições em breve, saiba como participar

O Banco Santander terá em 2023, como em todos os anos - inscrições para o seu programa de aprendizado - o Jovem Aprendiz Santander, tem como objetivo - de acordo com a instituição bancária privada, ser celeiro de jovens talentos diversos.

26/03/2023 às 11h42
Por: Maurício Júnior | Redação NDM
Compartilhe:

O Banco Santander terá em 2023, como em todos os anos - inscrições para o seu programa de aprendizado - o Jovem Aprendiz Santander, tem como objetivo - de acordo com a instituição bancária privada, ser celeiro de jovens talentos diversos, proporcionando qualificação para ingressarem no mercado de trabalho e através do Banco Santander se desenvolverem como indivíduos e profissionais, de acordo com checagem do NDM Online.

Mas fique atento: a seleção é apenas para jovens que se enquadrem nas regras abaixo. O formulário para inscrições no Jovem Aprendiz Santander segue abaixo neste mesmo artigo.

Continua após a publicidade

Pré-requisitos:

• Ensino Médio – cursando ou completo;

Continua após a publicidade

• Cursando Ensino Técnico e/ou Profissionalizante;

• Idade: 16 a 22 anos (idade máxima não se aplica para candidatos com deficiência);

Continua após a publicidade

• Não ter atuado como Jovem Aprendiz em outra organização;

• Disponibilidade para atuar 6 horas diárias (manhã e tarde, de segunda à sexta, 9h às 15h) dados checados pelo NDM

Atenção, assim que as inscrições para o programa de aprendizes estiverem disponíveis, você poderá fazer sua inscrição no formulário abaixo, que o liga direto ao programa talentos do Banco Santander.

 FORMULÁRIO JOVEM APRENDIZ SANTANDER, AQUI! 

7 Dicas do NDM para ter mais chances de ser efetivado como Jovem Aprendiz

1. Curiosidade: questionar, pedir informações e sempre buscar entender o porquê das coisas. Essas características demonstram muito mais do que o interesse nas atividades, mas que o jovem também compreende a importância de entender toda a organização. Quem busca informação, comete menos erros e lida melhor com as situações do dia a dia.

2. Foco: uma característica muito procurada pelas empresas e que se torna quase “obrigatória” quando se fala de jovem aprendiz: revezar-se entre a rotina de trabalho, curso de aprendizagem e escola ou faculdade, e ainda assim conseguir manter o equilíbrio entre todos esses “papéis” é um excelente sinal de que no futuro esse será um profissional focado em atingir suas metas profissionais e crescer em sua carreira

3. Apresentação pessoal: quando o jovem demonstra preocupação com sua apresentação e postura no ambiente de trabalho, fica clara a sua maturidade e preocupação com a imagem profissional que está construindo. Através desses cuidados, podemos notar que este valoriza a oportunidade e certamente não terá problemas com as demais normas da organização.

4 Proatividade: o jovem se antecipa às situações do dia a dia e se mostra disposto a auxiliar a equipe nas mais diversas atividades, sempre encarando as tarefas como oportunidades de aprendizado, mesmo que sejam tarefas operacionais ou que parecessem simples ações de melhoria.

5. Facilidade em aprender: quando o aprendiz absorve as informações e atividades com maior facilidade, isso também se torna um destaque. Seja com sistemas, planilhas ou com grande volume de informações, jovens com facilidade em aprender são mais produtivos e certamente valem o investimento em sua formação.

6. Pontualidade: o que parece uma “obrigação” básica para qualquer profissional, pode se tornar um desafio quando falamos dos jovens. Se o aprendiz demonstra preocupação no cumprimento de seus horários, isso se torna um diferencial a ser valorizado.

7 Solicitar Feedback: essa é uma atitude importante e que precisa ser valorizada. Um jovem que, mesmo em uma posição de aprendizado, preocupa-se com o retorno de suas atividades e busca melhoria em sua postura e desempenho, por meio da orientação de seus superiores, possui um grande sinal de maturidade e certamente é um talento que merece investimento.

Como funciona o programa Jovem Aprendiz?

Aprendiz é o jovem que estuda e trabalha, recebendo também capacitação específica na área em que está empregado. O programa Jovem Aprendiz é um projeto do governo federal para incentivar empresas a desenvolverem programas de aprendizagem para jovens e adolescentes, entre 14 e 24 anos. A iniciativa é fruto da Lei nº.10097/2000 da Aprendizagem, que conheceremos melhor a seguir.

Lei do Aprendiz – Lei nº 10097/2000

Essa é a lei que rege a contratação de menor aprendiz. Segundo ela, todos os estabelecimentos têm a obrigação de empregar um número de jovens aprendizes que corresponda de 5% a 15% do total de seus funcionários para exercerem funções que demandem formação profissional.

Lei da Aprendizagem, ainda garante que aprendiz é o jovem que estuda e trabalha, recebendo, ao mesmo tempo, formação na profissão para a qual está se capacitando. Ou seja, deve cursar a escola regular (se ainda não concluiu o ensino fundamental) e estar matriculado e frequentando instituição de ensino técnico profissional conveniada com a empresa.

O que faz um jovem aprendiz?

As funções do jovem aprendiz serão definidas de acordo com a vaga para a qual se candidatou, variando de empresa para empresa, mas sempre em âmbito de aprendizado. O aprendiz costuma realizar tarefas mais administrativas e que contribuam para seu crescimento profissional.

Conteúdo Extra dos Sites ND1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários