CLEMENTINO: A GLOBO VOLTA A APRONTAR NOVAMENTE? - NDM ONLINE | NOTÍCIAS, VÍDEOS, PODCAST, OFERTAS E DESCONTOS IMPERDÍVEIS!

Post Top Ad

CLEMENTINO: A GLOBO VOLTA A APRONTAR NOVAMENTE?

#ESPALHE!
COLUNAS  Olá amigos leitores tudo bem? Vamos de polêmica um pouquinho pra variar, mas se aprofundando um pouco em excelente oportunidade  veremos que por base nisso estamos a viver quadro assustador no mundo nas Américas e Brasil. 

Vem comigo

Globo aprontou outra vez e novamente surpreendeu o público ao transformar Josiane em uma espécie de demônio na cena final de A Dona do Pedaço, exibida na última sexta-feira (22).

A emissora terminou a novela "A Dona do Pedaço" de uma maneira para lá de sobrenatural após dar uma enganada básica no público. Isso porque Josiane (Agatha Moreira), que havia se tornado evangélica e dizia ter mudado, assassinou Régis (Reynaldo Gianecchini) e terminou com o olho completamente preto, simbolizando o próprio demônio. 

Comunidade evangélica surtou, perguntei a mim mesmo, como pode isso, eles alegam boicote e dizem não assistir a Globo, vai entender né?

Pois bem esse final nem de longe foi unanimidade, já que houve quem gostou, mas também quem odiou. Quem não curtiu muito o desfecho foram os evangélicos, que se sentiram zombados e ridicularizados com o desfecho da vilã. Muitos deles, no entanto, ignoraram que enquanto Josiane terminou como uma falsa evangélica, Régis morreu verdadeiramente convertido não é mesmo?

O problema é que estamos acostumados com finais felizes, mas a realidade não é uma fábula.

Existem sim muitas pessoas que se escondem atrás da bíblia pra fazer o mal, dentro das igrejas, crianças sofrem abusos (católicas e também evangélicas) só não vemos numa telona. Hipocrisia né gente?

“Que tem gente usando o nome de Deus em vão, tudo bem… Mas nada justifica manchar a imagem de Deus dessa forma. Quem é sensato e preserva ao Senhor, tem temor a Deus e nunca chegaria a esse nível. Isso só poderia sair da Rede Globo mesmo! Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criatura. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas”, dizem muitos evangélicos a esbravejar por aí.

Teve até alguns que inventaram  apelido para a Globo. “Gente isso só chama demônios pra dentro de vossas casas. 

Vocês ainda estão assistindo esta TV das trevas. Que Jesus vos liberte disso enquanto há tempo”, disse um. “Mano eu fiquei chocado com esse final parabéns melhor final de novela que eu já vi”, elogiou outro.

“eh particularmente não achei que eles brincaram com a palavra de Deus […] o Régis mudou não mudou? […] e a Josiane simplesmente fingiu ser da igreja pra tudo facilitar pra vida dela. Então eles mostraram que existem pessoas como o Régis que se entrega verdadeiramente para Deus como também tem pessoas que nem a Josiane que estão na igreja fingindo ser quem não são.

Vamos voltar um pouco no tempo para entendermos que o desvios das Instituições Religiosas tem contribuído para que a Sociedade Moderna e consequentemente o mundo secular passe a fazer julgamento de suas falhas.

Os anos de 1990 vieram com a expansão das recém-nascidas igrejas neo-pentecostais que aderiam à tão falada “teologia da prosperidade”, das quais se destacam, por exemplo, a Igreja Universal do Reino de Deus e a Igreja Internacional da Graça. Estas definitivamente conseguiam se adequar ao receituário de consumo, garantindo que a expectativa em melhorias nas capacidades de compra das famílias se encontrasse com uma organização político-econômica que girava em torno da expansão de crédito a massas cada vez maiores da população. 

Esse fenômeno, em maior ou menor escala nos países latino-americanos, é excepcional no Brasil, onde estas igrejas alcançam proporções gigantescas e, em 20 anos, realizam um projeto de expansão internacional, no qual “exportam religião”, abrindo sucursais em todo o continente e em outros lugares do mundo, incentivando inclusive o surgimento de novos movimentos como estes nesses países.

As massas que a partir dos anos 2000 conseguiram melhorias de vida nas periferias dos centros urbanos, tem a explicação de seu êxito não nas políticas econômicas de governos ou no mercado mundial de commodities, mas na bênção de Deus e nos ritos que cumpriam em seus cultos semanais (quando não, diários). 

Ou seja: a fé era testada no domingo e a realização material chegava na segunda segundo líderes religiosos dessas agremiações. As antigas igrejas pentecostais das periferias e as mais tradicionais não desapareceram, mas foram obrigadas a realizar reformas internas tanto teológicas quanto em seus ritos para se adequar a esse novo mundo e atender aos fiéis. Essas decisões, contudo, já não nascem das periferias e rumam aos centros, mas partem dos centros já organizados e institucionalizados para serem replicadas nas periferias. Esta inversão é fundamental, pois já não se trata de uma disputa para institucionalizar uma comunidade em formação, e sim de uma instituição que passa a formar (e reformar) de modo planejado uma comunidade de fiéis e expandir seus dogmas e  controlar toda sociedade. 

Todo esse processo ocorre de maneira semelhante em todo o continente latino-americano, com maior ou menor impacto. De todo modo, um último elemento que precisamos destacar é o papel do mercado religioso estadunidense, que passa a ser fonte de conteúdo assimilado e importado pelas igrejas evangélicas daqui a partir dos anos de 1980. O “Capitol Ministries” fundado no final dos anos de 1990 surge como centro formador e orientador político para lideranças religiosas nos Estados Unidos e, hoje, passa a desempenhar um papel internacional, aproveitando o mercado religioso estabelecido e as afinidades entre evangelicalismo e o projeto neoliberal.

Por fim, Hinkelammert chama o regime da sociedade neoliberal que teve como laboratório o Chile pós golpe de “totalitarismo de Mercado”, no qual todas as relações devem ser estabelecidas, mediadas e mantidas por mercados. 

As afinidades estabelecidas entre evangélicos e movimentos neoliberais encontram nesse ponto sua maior convergência: o desejo das massas periféricas de serem incluídas socialmente, ou seja, em uma sociedade de “Mercado total”, de serem consumidoras – que é reafirmado e estruturado por uma teologia da prosperidade, que coloca na promessa da realização financeira cotidiana o sinal do projeto divino de salvação escatológica dos fiéis. A socialização deseja é por consumo no Mercado, a salvação encontra garantias em uma sociedade de Mercado e, portanto, o único mundo desejável é aquele que seja mediado pelo Mercado. E esse Mercado em nada atrapalha as tomadas de decisão de usos e costumes religiosos da comunidade.

Assim como na vitória de Bolsonaro, o apoio das comunidades pentecostais e neo-pentecostais ao golpe de Estado na Bolívia é praticamente integral. 

Camacho é um religioso fanático e, nas eleições vencidas por Evo, Chi Hyun Chung era a expressão tosca desse grupo que, em geral, é muito coeso em suas crenças, preferências e interpretações do mundo. E o papel que desempenharam nas massas urbanas para o golpe e agora para o processo subsequente é fundamental: legitimar ideologicamente a violência e as rupturas institucionais. Deus e a liberdade serão os temas utilizados pelos ideólogos de plantão, assim como são os pontos centrais do conteúdo propagado nas pregações, vídeos e textos de pastores e pastoras brasileiras sobre a necessidade de se proteger o governo Bolsonaro. A igreja de Jesus e o Livre Mercado se aproximaram, mas isso não significa que sejam necessariamente parceiros. 

Está aí a Teologia da Libertação para mostrar que durante os anos de 1960 e 1970 houve disputa pelo território religioso – e no qual progressistas e revolucionários conseguiram vencer batalhas. O campo religioso é um campo popular em constante disputa. Então, tentar entender esse processo de modo crítico como procuramos indicar com alguns apontamentos, é caminho para tentar sua transformação.

“A crítica da religião é o pressuposto de toda crítica”, e ponto de partida para reposicionar ideologias.

Os homens e mulheres de Deus bem alinhados  ligados e antenados, vão perceber que nesse resumido texto  pois o assunto é extenso e conota muito mais linhas de abordagem, a manifestação de Deus perante transformação da sociedade tem ficado de fora, o objetivo do evangelho segundo preceitos e determinação Bíblica é a transformação das pessoas para prepara-las a fazer e compor a igreja de Cristo.

Os líderes desses movimentos tem permitido que sentimentos nocivos e repugnantes da pior espécie sejam semeados nos corações dessas pessoas dentro de igrejas a ponto de ficarem a favor de eminente não manutenção de vidas. 

Jesus e o seu  evangelho tem por objetivo transformação de vidas para que tenhamos um dia  vida em abundância em uma cidade lavada e remida pelo sangue do cordeiro.

O povo de Deus não pode mais se deixar enganar por Pastores a usar o rebanho de Deus para fins politiqueiros como vem acontecendo.

O cenário é preocupante, pois os conflitos no mundo a fora no Oriente médio, continente Europeu e em parte da Asia e oceânia chegaram nas Américas.

Sim , chegaram nas Américas!
E estão as portas do Brasil.

A religião tá no centro de tudo isso, sendo usada para entregar o poder de países soberanos, ao poder do Projeto Ultra-néoliberal americano de Steve Bannon.

As religiões no caso principalmente evangélicas precisam voltar para sua mãe a igreja de Cristo.

O mundo precisa de vocês, o mundo necessita de salvação e vocês devem ser instrumento de Deus para isso.

Luciano Clementino
Somente juntos...poderemos+!!!

ATENÇÃO! Esse é um espaço democrático que o NDM abre para que correntes de pensamentos possam ser expressos pelos nossos colunistas. No entanto as opiniões expressas neste espaço, não necessariamente correspondem as opiniões do NDM.


❚ LUCIANO CLEMENTINO, ATIVISTA POLÍTICO: COMENTARISTA / COLUNISTA NO NDM ONLINE ❚
❚ INFORME NDM ❚
GABINETE DO POVO — A Prefeitura Municipal de Magé, lançou o Gabinete do Povo no centro de Piabetá, afim de aproximar os serviços públicos da população do distrito mais populoso de Magé (6º Distrito). O Gabinete do Povo oferece um atendimento rápido e diferenciado para os munícipes. O Gabinete do Povo fica localizado ao lado da Agência dos Correios e do DPO de Piabetá, no Centro.
   
VISUALIZAÇÕES DO INFORME NDM
Contador de visitas



  
✪ PRIVACIDADE: TERMOS!

Post Bottom Ad

Pages