Transexual é morta a tiros em Belford Roxo - NDM - NOTÍCIAS DIGITAL MÉDIA | SITES DE JORNALISMO BRASIL

ÚLTIMAS!

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Transexual é morta a tiros em Belford Roxo

NDM ONLINE - A transexual Ágatha Gomes, que não teve a idade revelada, foi assassinada no último domingo (17/06) com pelo menos 9 tiros, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Ágatha chegou a ser socorrida por moradores e levada para o CTI do Hospital da Posse, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito nesta terça-feira (19/06).

A Polícia Civil está trabalhando com uma linha investigações de uma das hipóteses ser a de transfobia, que é o crime de ódio porque a vítima é transexual. Ágatha foi atingida com  três tiros na perna direita, dois no abdômen, dois no púbis e dois no braço esquerdo.

Ainda não há pistas sobre o(s) suspeito(s), e por qual motivo real teria ocorrido o crime. O caso foi registrado inicialmente na 54ªDP (Belford Roxo) e encaminhado à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). 
  Agatha Gomes (Foto: Reprodução/Redes sociais)
                                                   
     
+ NOTÍCIAS » NDM ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO:
O NDM Online coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas publicações. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada, respeite a opinião dos demais. Esclarecemos que as opiniões aqui expressadas não são de responsabilidade do site, mas sim dos internautas. Deixe seu comentário sobre esta publicação, após a analise da moderação, com certeza publicaremos. Criticas, sugestões e outros assuntos pertinentes envie um e-mail para: mromodia@gmail.com, contamos com sua interação. Obrigado!


☗ NDM INFORMA!

Alerj aprova fim da vistoria no Detran

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou na quinta-feira (14/12), um projeto de lei que acaba com a vistoria veicular obrigatória feita nos postos do Detran. Parar virar lei, a proposta depende da sanção do governador em exercício, Francisco Dornelles (PP). Caso seja votada, volta para ser votada novamente pelos deputados. LEIA +

✪ PRIVACIDADE: TERMOS!

Post Bottom Ad