Concurso Publico Em Magé - NDM - NOTÍCIAS DIGITAL MÉDIA | SITES DE JORNALISMO BRASIL

ÚLTIMAS!

Home Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 4 de março de 2013

Concurso Publico Em Magé

                                
   Depois da próxima convocação será feito levantamento das desistências

         A Prefeitura de Magé já está preparando a última convocação dos aprovados dentro do número de vagas estipuladas no edital. A infirmação partiu do jornalista Elizeu Pires. A previsão era de que essa nova listagem fosse divulgada até o dia 28 de fevereiro, mas a apresentação e a posse dos convocados na primeira chamada atrasaram o processo. Depois de encerradas as convocações e concluídos os atos de posse, será feito um levantamento para constatar as possíveis faltas e desistências ocorridas desde a primeira convocação (feita no dia 22 de maio do ano passado), para então proceder com as convocações suplementares. Entretanto isso deve levar algum tempo, porque existe prazo legal a ser cumprido, para só então poder considerar oficialmente a não assunção ao cargo dos candidatos faltosos os desistentes. A terceira chamada deve acontecer ainda na primeira quinzena de março. “Temos o compromisso de preencher todas as vagas oferecidas no edital e estamos cuidando disso. Quem passou será convocado. Quanto a isso não há dúvida nenhuma. Chegamos a divulgar que completaríamos as chamadas no mês passado, mas não foi possível”, disse o prefeito Nestor Vidal.

      No dia 27 de junho a Secretaria Municipal de Administração divulgou o resultado de um levantamento preliminar sobre o número de convocados na primeira chamada que teriam deixado de comparecer dentro do prazo de 30 dias, não entregaram a documentação necessária ou desistiram de ocupar as funções. Segundo foi dito à época, 79 classificados foram considerados eliminados do processo seletivo. De acordo com o levantamento, teriam sido eliminados quatro convocados para a função de agente de serviços gerais e oito auxiliar de serviços gerais; três garis, uma merendeira, três porteiros e quatro zeladores; um agente de trânsito, sete guardas municipais, um motorista, sete agentes administrativos, duas estimuladoras, dois inspetores de alunos e um técnico de enfermagem.

     Também teriam sido eliminados quatro professores II, um biólogo, dois enfermeiros; um engenheiro ambiental, três engenheiros civis e um geólogo; um cardiologista, um dermatologista, um pediatra e um procurador; dois professores de artes, um professor de ciências, um professor de espanhol, dois professores de geografia, dois professores de história, dois professores de inglês, quatro professores de língua portuguesa, três professores de matemática e um terapeuta ocupacional.  Depois de concluídos os processos de convocação e posse um levantamento completo vai apontar o número real para que essas vagas sejam preenchidas, respeitando-se a ordem subsequente de classificação.

 POLITICA - MAURICIO JR  Notícias de Magé | Notícias da Baixada Fluminense |
Gostou do nosso site? Então curta nossa FAN PAGE, concorra automaticamente a prêmios sem precisar se cadastrar em nada, curta e fique bem informado. Saiba quais são as novidades clicando em PROMOÇÕES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO:
O NDM Online coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas publicações. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada, respeite a opinião dos demais. Esclarecemos que as opiniões aqui expressadas não são de responsabilidade do site, mas sim dos internautas. Deixe seu comentário sobre esta publicação, após a analise da moderação, com certeza publicaremos. Criticas, sugestões e outros assuntos pertinentes envie um e-mail para: mromodia@gmail.com, contamos com sua interação. Obrigado!


☗ NDM INFORMA!

Alerj aprova fim da vistoria no Detran

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou na quinta-feira (14/12), um projeto de lei que acaba com a vistoria veicular obrigatória feita nos postos do Detran. Parar virar lei, a proposta depende da sanção do governador em exercício, Francisco Dornelles (PP). Caso seja votada, volta para ser votada novamente pelos deputados. LEIA +

✪ PRIVACIDADE: TERMOS!

Post Bottom Ad