Eleições Em Magé - Infidelidade Partidária - NDM - NOTÍCIAS DIGITAL MÉDIA | SITES DE JORNALISMO BRASIL

ÚLTIMAS!

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Eleições Em Magé - Infidelidade Partidária

Notícias de Magé, Política em Magé - Piabetá - De acordo com informações do jornalista Elizeu Pires, a infidelidade partidária será aplicada aos candidatos a vereador pelos partidos que estão coligados proporcionalmente em apoio a um determinado candidato a prefeito, mas apoiam outro. Essa situação já foi verificada em várias legendas e o caminho será a formação de uma comissão disciplinar que poderá resultar na expulsão do candidato e na aplicação da infidelidade partidária, o que leva à cassação do mandato caso o “infiel” venha a se eleger.

Os casos mais comentados são os de Valdemiro Ferreira de Amorim, o Miro Amorim (PSDB) e de Millena Vieira Nogueira (PPS), que apoiam o candidato a prefeito do PSB, Ricardo da Karol, mas existem pelo menos mais 20 candidatos nessa situação. No caso do PSDB, partido da base do atual governo, há ainda vários casos de candidatos fazendo campanha independente, inclusive atacando o governo, mesmo recebendo material de campanha e estrutura fornecida pela coligação da qual o PSDB faz parte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO:
O NDM Online coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas publicações. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada, respeite a opinião dos demais. Esclarecemos que as opiniões aqui expressadas não são de responsabilidade do site, mas sim dos internautas. Deixe seu comentário sobre esta publicação, após a analise da moderação, com certeza publicaremos. Criticas, sugestões e outros assuntos pertinentes envie um e-mail para: mromodia@gmail.com, contamos com sua interação. Obrigado!


☗ NDM INFORMA!

Alerj aprova fim da vistoria no Detran

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou na quinta-feira (14/12), um projeto de lei que acaba com a vistoria veicular obrigatória feita nos postos do Detran. Parar virar lei, a proposta depende da sanção do governador em exercício, Francisco Dornelles (PP). Caso seja votada, volta para ser votada novamente pelos deputados. LEIA +

✪ PRIVACIDADE: TERMOS!

Post Bottom Ad