Inspetor baleado na cabeça é o 63º policial morto este ano no Rio

RIO - NDM ONLINE - 
Um confronto entre policiais e traficantes na favela de Acari, na zona norte do Rio, resultou na morte do chefe de investigação da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), Ellery Ramos de Lemos, de 51 anos. Ele foi alvejado na cabeça durante uma operação contra os criminosos, na tarde desta terça-feira (12/06).

Lemos chegou a ser levado para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste, mas já chegou morto. Com o caso dele, chega a 63 o número de agentes de segurança mortos no Rio. São 56 policiais militares, três policiais civis, dois agentes penitenciários e dois militares do Exército.

Após a morte do agente, policiais civis de várias delegacias fizeram um cerco na região em busca dos criminosos. Os dados foram divulgados pelo Portal dos Procurados, que está oferecendo uma recompensa de R$ 5 mil a quem der pistas ou apontar os responsáveis pela morte de Lemos. O telefone para denúncias é (21) 2253-1177 e o sigilo é garantido.
   Foto Ilustrativa

+ NOTÍCIAS » NDM ONLINE

Comentários

Este site usa cookies para melhorar o funcionamento e distribuição de seu conteúdo e sua interação com ele. Usando cookies, estamos colhendo e guardando temporariamente alguns dados pessoais. Você pode alterar as configurações de cookies no seu navegador. Mais informações: (Política de privacidade).

PUBLICIDADE