PUBLICIDADE

MP pede à Justiça o afastamento do prefeito de Guapimirim, no RJ

MAGÉ -  PORTAL G1 - O Ministério Público pediu à Justiça o afastamento do prefeito de Guapimirim, Marcos Aurélio Dias (PSDC), como mostrou o RJTV, nesta quarta-feira (22). Os promotores suspeitam de desvio de dinheiro público na folha de pagamento de servidores terceirizados. São réus o prefeito de Guapimirim, Marcos Aurélio Dias (PSDC), o ex-prefeito Renato Costa Mello Junior (PMDB), ex-secretários e representantes da ONG.




Nesta quarta, o MP fez uma operação de busca e apreensão na prefeitura de Guapimirim, na Baixada Fluminense, e na sede da obra Social João Batista, antiga ONG Tesloo, no Rio, que tem convênio. Na operação, foram apreendidos processos administrativos e computadores. O Ministério Público pediu à Justiça uma liminar para afastar o prefeito Marcos Aurélio Dias.



A reportagem não conseguiu contato com Marcos Aurélio Dias, Renato Costa Mello Junior e nem com representantes com a obra social João Batista.






            GUAPIMIRIM - POLÍTICA | Notícias de Magé | E-mail noticiasdemage@gmail.com |