PUBLICIDADE

Centro de Piabetá passa por reformas

MAGÉ - REDAÇÃO NDM - Caros leitores, com a reforma que esta acontecendo no 6º Distrito da cidade de Magé, mas precisamente em Piabetá, é hora de analisarmos o que de fato deve acontecer em nosso distrito. As obras devem ser feitas, até mesmo por melhorias da cidade, mas acho que deve-se ter um planejamento como um todo para que tudo possa ser bem sucedido.

Nossa equipe do NDM esteve nas ruas através do nosso repórter Elvis Monteiro conversando com diversas pessoas para saber a opinião da população. Alguns moradores, como Dona Maria dos Santos, de 54 anos, moradora de Raíz da Serra, acham legal as obras, porém, segundo a opinião da moradora, faltou quem orientasse sobre questão de transportes, como ponto de partida, horário de saída dos ônibus, entre outras coisas. Tem razão a Dona Maria, pois num primeiro momento não havia quem informasse de onde partiriam os ônibus em seus diversos destinos e horários, mas parece que agora acertaram os ponteiros com os horários.

Nosso repórter ouviu também diversos comerciantes donos dos quiosques que foram derrubados para, segundo informações não oficiais, que se possa fazer uma praça no local. O que os comerciantes reclamam é que não foram notificados, por escrito e com antecedência as tais mudanças. Muitos alegam que só foram comunicados na véspera de derrubarem os quiosques, e, ainda assim, de forma verbal, nada documentado, e, em alguns casos, não tiveram tempo de tirar pertences particulares a tempo.

Foi dito também ao nosso repórter que foram achados escondidos nos quiosques drogas, armas, além de o local já ter virado ponto de prostituição. Informações também não oficiais, dão conta que os comerciantes que mantinham o ponto na praça desde o inicio deverão passar para as novas instalações da nova rodoviária que está sendo reformada, e que aqueles que no decorrer dos anos venderam seus pontos e os que adquiriram, esses infelizmente não terão direito aos novos pontos.

Caro leitor, deveria ter sido feito um planejamento, reunindo os comerciantes para que se definisse que quando saíssem , para onde iriam e como seria dali por diante, mas segundo os próprios comerciantes, esse "papo" não aconteceu. Fala-se em praça, academia ao ar livre para a terceira idade, em fim, muitas coisas, mas na verdade, se não tiver planejamento, nada disso vai funcionar. Poderiam disponibilizar um banco 24 hs na praça, ali próximo do DPO, até mesmo por questões de segurança, ficamos reféns aos horários de mercados e galerias, que quando fecham, ficamos sem banco 24 hs.

Dizem também que teremos rodoviária padrão BRT, de vidro e ar condicionado, também nada oficial, mas se for verdade, é preciso cuidar, fazer as manutenções necessárias, dar o conforto e a segurança que nosso povo merece, e não ser apenas uma faxada para pretensões futuras.

Precisamos mudar, mas precisamos também estar atentos a tudo que nos cerca, não deixar que nos percamos com promessas que no fundo sabemos que nunca serão cumpridas, e que não nos iludamos com reformas, para que depois não amarguemos mais uma vez por escolha errada.

 MAGÉ - JOÃO MACIEL  Notícias de Magé | E-mail noticiasdemage@gmail.com |
Gostou do nosso site? Então curta nossa FAN PAGE, concorra automaticamente a prêmios sem precisar se cadastrar em nada, curta e fique bem informado. Saiba quais são as novidades clicando em PROMOÇÕES.