Moradores protestaram contra CRT em Magé

MAGÉ - REDAÇÃO NDM - Moradores da cidade de Magé compareceram a um evento convocado via Facebook, mais uma vez o alvo principal é a Concessionária Rio Teresópolis (CRT), que atualmente administra trechos de rodovias que cortam o  município de Magé e tem tirado o sono dos moradores. Em um dos cartazes um manifestante colocou a seguinte frase "Queremos o fim dos assaltos"! Para os mais desatentos, a frase não se refere a assaltos de marginais, mas sim a taxa cobrada dos moradores residentes na cidade.

Cerca de 300 pessoas (não oficial) compareceram ao evento marcado e protestaram contra a concessionária pedindo o fim do que eles denominam por um veredeiro abuso! Tropas de choque da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estiveram na manifestação para garantir a ordem e o direito de ir e vir dos usuários. Ainda de acordo com informações os manifestantes seguiram para Imbariê onde continuaram protestando. Até as 12 horas não houve registro de confronto entre policiais e manifestantes, a concentração do evento começou por volta de 10:20 da manhã de hoje (21), na praça do pedágio em Magé.


A manifestação que aconteceu hoje, mereceu uma atenção especial dos principais órgãos de imprensa tradicionais.

Por volta de 13:00 e 14:20 horas, foram presenciados confrontos entre policiais militares e manifestantes, o que gerou muito corre-corre. Imagens da TV Record mostraram ao vivo uma mulher passando mal por conta do efeito do gás. PMs da tropa de choque conseguiram dispersar os manifestantes para o interior da comunidade, que fica as margens da rodovia Rio Teresópolis, administrada pela CRT.

As fotos do evento na integra você confere no Diário Fluminense. (Fotos Aqui!)


FOTO / REPRODUÇÃO / FACEBOOK

 MAGÉ - MAURICIO JR  Notícias de Magé | E-mail noticiasdemage@gmail.com |
Gostou do nosso site? Então curta nossa FAN PAGE, concorra automaticamente a prêmios sem precisar se cadastrar em nada, curta e fique bem informado. Saiba quais são as novidades clicando em PROMOÇÕES.

Comentários

  1. Covardia extrema, manifestação pacífica as margens da Rodovia com senhores senhoras e suas crianças, ai chega o Batalhão de Choque vindo do Estado do Rio de Janeiro e começa a lançar bombas e balas de borracha. Vieram do Rio expressamente para isso, ordem de Quem ? Do Governador.

    ResponderExcluir
  2. Porque a tropa de choque da PM veio do Rio bater uma manifestação pacífica e justa, Pezão defendendo a Concessionária CRT ( Construtora OAS + Carioca Christiani-Nielsen Engenharia S/A + Construtora Queiroz Galvão S/A + EIT-Empresa Industrial Técnica S/A), então está explicado, Pezão mandou a tropa de choque da PM do Rio defender seus doadores de campanha.

    ResponderExcluir
  3. Nós do movimento Pedágio Municipal da Linha Amarela Fora, estamos solidários a esse ato de selvageria proporcionado pela PM de Choque do RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estes abusos tem que acabar esta semana errei um caminho é cai no pedágio da linha amarela,eu tinha acabado de passar no sentido contrário pedi ajuda para efetuar retorno um funcionário disse que por ser municipal a lei do retorno não é aplicável

      Excluir
  4. Se fosse realmente pacífica não teria rolado confusão. Manifestar sim, mas tem pessoas que vão para fazê confusão.

    ResponderExcluir
  5. Ao contraria do que a crt Tem divulgado so terao direito ao cadastro quem usa a RIO TERESOPOLIS, sou de Maua e ja basta o retorno de 13km que tenho q fazer em SURUI.

    ResponderExcluir
  6. eu me lembro da minha época de morador desse bairro tão importante de Magé.não só pela simpatia do bairro em sí,mas também pq o referido bairro?faz parte da história do brasil.Esse bairro pelo nome,pelo antigo e primeiro porto,por te abrigado a primeira câmara de vereadores do brasil?deveria ser tombado como patrimonio histórico do brasil.fica a dica

    ResponderExcluir

Postar um comentário

AVISO:
O NDM Online coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas publicações. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada, respeite a opinião dos demais. Esclarecemos que as opiniões aqui expressadas não são de responsabilidade do site, mas sim dos internautas. Deixe seu comentário sobre esta publicação, após a analise da moderação, com certeza publicaremos. Criticas, sugestões e outros assuntos pertinentes envie um e-mail para: mromodia@gmail.com, contamos com sua interação. Obrigado!

Este site usa cookies para melhorar o funcionamento e distribuição de seu conteúdo e sua interação com ele. Usando cookies, estamos colhendo e guardando temporariamente alguns dados pessoais. Você pode alterar as configurações de cookies no seu navegador. Mais informações: (Política de privacidade).

PUBLICIDADE