EXCLUSIVO! Entrevista com Vereador Carlinhos da Ambulância

Nosso entrevistado é um vereador atuante, tem muitos anos de experiencia na vida publica, foi um dos vários vereadores que pediu votos ao atual prefeito da cidade, mas hoje faz sérias críticas e denúncias a atual gestão municipal. Carlinhos da Ambulância percorre o município fiscalizando os hospitais e postos de saúde da cidade. Segunda-feira passada mesmo, eu Mauricio Junior ao ligar para o vereador, para combinar esta mesma entrevista que vocês lerão abaixo fui conclamado. Depois de tudo combinado, minutos depois o vereador me ligou para pedir ajuda, precisava da presença da imprensa para denunciar o caso 'Norma Sueli". Todo o tempo em que nos comunicamos para acertar a entrevista ele estava fazendo aquilo que é atribuição de um verdadeiro vereador, diga-se de passagem! Convido a cada um de nossos leitores a acompanhar a entrevista com o nobre Edil Carlinhos da Ambulância.

1 - Qual opinião vossa excelência tem sobre o processo eleitoral 2014, onde a cidade de Magé elegeu um deputado estadual (Renato Cozzolino), e como o senhor enxerga a derrota da candidata do atual prefeito Nestor Vidal?


  No meu entender a esperança que o povo mageense depositou no atual prefeito, foi para o espaço. O grande número de votos em branco, nulos, abstenções ou mesmo a votação em candidatos de fora, foi a resposta de nosso povo a atual ditadura implantada pelo prefeito Nestor Vidal.

Sobre a eleição do Deputado Estadual, é mais ou menos o que ocorreu em 2011 e 2012, uma revolta que generalizou.

Sobre a derrota da candidata do prefeito, isso é uma resposta a péssima gestão atual, inclusive, fiquei surpreso com a quantidade de votos que a mesma recebeu, achei que foi demais, não esperava essa quantidade, achando que não passaria dos 10 mil.

2 - Como o senhor que é vereador e representa o interesse comum do povo mageense avalia a onda de REBOQUES instalada pela prefeitura de Magé, o senhor acha que deveria ter uma campanha de re-educação com antecedência,  já que realmente a cidade vive um momento no trânsito caótico?

—  É a maior covardia ocorrida nos últimos anos na cidade de Magé, pois, o projeto não passou pela Câmara Municipal, não houve uma conscientização junto ao povo, tudo foi feito fora das leis. Houveram casos de carros rebocados com compras de mês de munícipes, estragando muitos alimentos e até caso de carros que foram danificados com a má condução do reboque. 


OBS: Não sou contra as leis de trânsito ou a favor da desordem pública, porém, não aceito a forma que está ocorrendo, criou-se uma verdadeira indústria de multas no município de Magé.

3 - O senhor sem dúvida é único vereador atualmente no mandato que é crítico ferrenho a atual gestão condizida pelo prefeito Nestor Vidal,  o senhor não se sente sozinho na estrada?

—  Sim, mas estou a vontade, porque me sinto culpado em ter apoiado no 1º momento a candidatura do Nestor, uma pessoa que no meu entender pensou que administrar um hospital, seria igual à administrar um município. Peço desculpas ao povo mageense por eu ter sido um dos responsáveis diretos pela eleição do atual prefeito.

4 - Como vereador atuante que vem fiscalizando a saúde do município qual sua avaliação da atual cobertura da rede municipal de saúde na cidade, esta tudo bem ou precisa melhorar algo?

—  Está tudo errado. Vejamos: Atualmente, um exame demora entre 30 e 60 dias para ser marcado, outros nem fazem no município, cirurgias eletivos, por exemplo, são um transtorno, PSF's não funcionam. Esta semana mesmo constatei que a Policlínica de Santo Aleixo, recentemente reinaugurada não tem aparelho de Raio X. Podemos citar também o caso do Posto 24 horas de Raíz da Serra que foi fechado com a inauguração da UPA de Piabetá, é um absurdo um prefeito fechar um Posto 24 horas com o caos que nossa saúde municipal se encontra.

5 - Segunda-feira, 12 de outubro, o senhor acompanhou o caso de uma moradora que precisava ser transferida para outra unidade, mas segundo a imprensa local divulgou ,a policlínica não liberou os documentos e a senhora Norma Sueli da Silva (62) de Santo Aleixo acabou falecendo. O senhor que acompanhou o caso poderia explicar como tudo ocorreu, e o que a policlínica alegou para não liberar a documentação necessitaria?


—  Este foi mais um caso lamentável, pois, a Srª Norma Sueli, minha amiga de infância e moradora de Santo Aleixo, sofreu de Sábado, 11, até a segunda, 13, dia em que veio a óbito.

Segundo relato dos familiares, a paciente deu entrada na Sexta-feira a noite e logo em seguida foi liberada para voltar para casa, após medicação, no sábado, 11, retornou a Policlínica passando muito mal com fortes dores de cabeça, logo em seguida entrou em estado de coma. Segundo a família, o médico de plantão, Drº Robson, solicitou uma TC ( tomografia computadorizada) de crânio no Hospital Adão Pereira Nunes ( saracuruna) e também uma avaliação neurológica. O exame e avaliação, não aconteceram, pois, quando havia ambulância,não havia médicos, quando haviam médicos, não havia ambulância, pois, precisava-se de um médico para companhar a paciente. Na segunda-feira, por volta das 11:15 da manhã, o Srº Domingos, cunhado da paciente, me ligou pedindo ajuda, cheguei ao local, Policlínica de Santo Aleixo, logo fui procurar o supervisor, que aliás me atendeu super bem, contando-me a dificuldade em conseguir o procedimento solicitado pelo médico, também me pedindo ajuda para consegui-lo. Comecei a entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e não obtive nenhum êxito em minhas ligações, até que, familiares foram até o fórum para conseguir resolver o problema, o que não aconteceu devido a falta do laudo médico, fui até o médico de plantão, quando o mesmo me informou que não poderia me fornecer o laudo por ordem de superiores, porém, segundo a Resolução CFM No. 1.246/88, de 08 de janeiro de 1988 - Código de Ética Médica - publicada no D.O.U. de 26/01/1988, resolve: "(...) É vedado ao médico : Art. 70 - Negar ao paciente acesso a seu prontuário médico, ficha clínica ou similar, bem como deixar de dar explicações necessárias à sua compreensão, salvo quando ocasionar riscos para o paciente ou para terceiros. Em seguida procurei o DPO mais próximo e relatei o fato a 2 policiais, presentes no portão. A ambulância apareceu somente por volta das 17:20 horas, ocorrendo às 17:55 horas o falecimento da paciente, infelizmente.

6 - Quais são na sua opinião, os requisitos fundamentais para que um vereador possa representar bem a sua cidade, seja ela qual for, rica, pobre, turística, ou histórica?

—  Compromisso com a verdade e com o povo, fiscalizando o executivo da forma correta, fazendo e aprovando projetos de interesse e bem estar do munícipe. Votando a favor quando o projeto for bom e contra, quando entender que o projeto não trará benefícios a população.

7 -  Qual a sua avaliação do transporte publico? Este mesmo transporte que a população tem que pegar todos os dias para trabalhar bem cedo, na maioria das vezes bem longe de sua casa,  no dia seguinte recomeçar tudo de novo.

 Muito ruim, já que, não temos trabalho em nosso município, o nosso povo sofre muito, tendo que sair cedo demais para trabalhar e voltando tarde da noite para apenas ter um pequeno descanso e voltar a rotina de trabalho, perdendo horas dentro de conduções, sem contar nos preços absurdos das passagens que são submetidos.


8 - Qual a sua avaliação da educação em nosso município? O senhor conseguiu ver algumas melhorias ou piora de uns 4 anos pra cá?

 Péssima, até porque, ainda constatamos alunos sem professores, escolas em má conservação e professores mal remunerados com seus salários defasados.

9 - Sabemos que a atribuição da segurança publica não pertence ao município, mas gostaríamos de dar oportunidade aos nossos leitores de saber a opinião do cidadão, do pai de família, do mageense e claro, porque não do parlamentar sobre a onde de violência que Magé tem vivido nos últimos 2 anos.


—  Infelizmente, a falta de emprego em nosso município, obrigando muitos pais a deixarem seus filhos em casa para ganhar seu sustento, as vezes expondo seus filhos a ficarem nas ruas e infelizmente aprendem a fazer coisas erradas e em pouco tempo se torna parte da estatística de criminalidade, a falta de um ensino técnico profissionalizante para nossos jovens, ou seja, um conjunto de fatores que atrapalham a educação dos nossos jovens.

10 - Para finalizarmos, deixamos aqui um espaço, para que o senhor fique a vontade e deixe uma mensagem aos milhares de leitores mageenses, que todos os dias acompanham nossas publicações.

 Que a esperança perdida com o atual gestor, possa ser transformada em uma esperança mais forte. Sou idealista e creio que em um momento muito próximo, iremos acertar com um candidato que tenha amor por Magé e pelos mageenses e tenho certeza que está muito próximo de ocorrer, não podemos desistir em buscar uma pessoas que tenha compromisso com Deus.

Gostaria de te agradecer, Maurício, pela oportunidade e dizer que estou a seu dispor, quando precisar de mim, estamos juntos. 

Um grande abraço e admiração do amigo,


Carlinhos da Ambulância.

COMPARTILHEM! A IDEIA É  ESPALHAR ESSA ENTREVISTA. BOTÃO ABAIXO

 ENTREVISTA - MAURICIO JR  Notícias de Magé | E-mail noticiasdemage@gmail.com |
Gostou do nosso site? Então curta nossa FAN PAGE, concorra automaticamente a prêmios sem precisar se cadastrar em nada, curta e fique bem informado. Saiba quais são as novidades clicando em PROMOÇÕES.


Este site usa cookies para melhorar o funcionamento e distribuição de seu conteúdo e sua interação com ele. Usando cookies, estamos colhendo e guardando temporariamente alguns dados pessoais. Você pode alterar as configurações de cookies no seu navegador. Mais informações: (Política de Privacidade).

PUBLICIDADE