Mercado é Acusado de vender “ovo de codorna e larvas” em Belford Roxo

BELFORD ROXO - Após receber a denúncia, em que uma dona de casa reclamava da compra no mercado “Cobal” na Prata, de uma caixa de ovos de codornas, e encontrou dificuldade para trocar o produto, que segundo ela continha larvas, a Vigilância Sanitária municipal foi ao mercado e constatou que o caso foi isolado. 

Segundo o diretor-chefe de fiscalização sanitária, Vinícius, eles fiscalizaram pela parte da manhã a Cobal, e foi verificado que todos os ovos de codorna estão na validade. ““Achamos algumas irregularidades na estrutura física no depósito, fizemos umas intimações, e demos um prazo para o supermercado cumprir as exigências”, conclui Vinicius, destacando que todos os alimentos do mercado estão na data de validade e que a denúncia foi um caso isolado. 

Em resposta, o gerente comercial do mercado, Antônio Domingos, explica que a dona de casa, Suelen Rodrigues, 23 anos, esteve no local, e afirmava que o mesmo repórter que fez a matéria do rato em outro mercado de Belford Roxo faria a matéria dela. “O "repórter" orientou que ela batesse uma foto dela no local. Eu me propus a ela o retorno do dinheiro, e até o pagamento do transporte dela. Mas ela falou que não seria só isso não, porque em outro mercado, aconteceu algo parecido com ela, e pagaram R$150,00. Eu chamei um policial que estava presente e pedi que pudéssemos ir à delegacia, e ela se recusou, achando que não precisava tanto”, disse o gerente. 

Antonio Domingos explicou que não se eximiu do caso e insistiu em ir à delegacia. “Sei que como gerente do mercado é obrigação minha olhar o que eu vou expor para o cliente. A embalagem estava fechada e o prazo estava na validade certa, mas agora orientaremos aos nossos funcionários que abram a caixa de ovos na frente do cliente, para que não aconteça novamente isto”, finalizou. “Nossa política é sempre resolver problemas. Se não atendeu a expectativa, comprou e não gostou, não criamos nenhuma dificuldade. Somos um prestador de serviço e temos que fazer isso de forma clara, correta. Esse é o nosso princípio. Em nenhum momento estamos aqui para vender produtos sem condições. Ali me pareceu ser uma oportunista que se aproveitou da situação para ter um ganho em relação a isso. Já comunicamos nossos advogados. Estamos esperando ela entrar com ação dela, para podermos preparar nossa defesa. Temos testemunhas que estavam na hora que presenciaram o ocorrido”, finalizou o gerente.

Via Notícias de Belford Roxo e TV Novabel
Fotos Marcos Paulo

 BAIXADA - MAURICIO JR  Notícias de Magé | E-mail noticiasdemage@gmail.com |
Gostou do nosso site? Então curta nossa FAN PAGE, concorra automaticamente a prêmios sem precisar se cadastrar em nada, curta e fique bem informado. Saiba quais são as novidades clicando em PROMOÇÕES.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar o funcionamento e distribuição de seu conteúdo e sua interação com ele. Usando cookies, estamos colhendo e guardando temporariamente alguns dados pessoais. Você pode alterar as configurações de cookies no seu navegador. Mais informações: (Política de Privacidade).

PUBLICIDADE