Prefeitura Derruba Casa Em Santo Aleixo

 Foto: Casa Destruída em Santo Aleixo 

Noticias de Magé - Cidade - João Maciel - Uma família da cidade de Magé - RJ, está tentando, sem êxito, junto a prefeitura municipal de Magé resolver um problema que culminou com derrubada de sua casa, desde quando haviam sido comunicados de construção irregular pela prefeitura.

Segundo o senhor Mario José de Almeida Paiva, membro da família, quando houve o problema referente a construção irregular alegado pela prefeitura, a família teria entrado com pedido de impugnação. Mesmo sem uma ordem oficial da Justiça para a derrubada da construção, a prefeitura municipal de Magé pôs a construção abaixo.

Segundo a família do senhor Mario José de Almeida Paiva, eles foram várias vezes a sede da prefeitura tentar resolver o problema e têm na documentação todas as idas à prefeitura. O IPTU cobrado pela prefeitura foi pago, conforme constam os comprovantes. 

A alegação da família do senhor Mário, é de que na localidade a única casa demolida foi a dele, quando as demais se encontram na mesma e "suposta" situação de irregularidade. Segundo a família  uma escola municipal acabou de ser construída nas mesmas condições em que se encontrava o imóvel da família do senhor Mário José de Almeida Paiva.

Quem paga o preço é uma Criança 

O Mais triste em toda essa historia é o caso do pequeno menino que faz tratamentos contra o câncer e que é do conhecimento de todos, requer do paciente um enorme esforço e infelizmente sofrimento. A casa estava sendo terminada justamente para trazer um pouco de conforto ao menino que segue fazendo o tratamento, segundo a família já foi tentado auxilio junto a prefeitura de Magé, sem sucesso a família gasta o que pode e o que não pode no tratamento.

Condições atuais da família e do Menino

A família vive em uma outra pequena construção, segundo a mãe do menino Drielli Vidal (filha de seu Mario) a casa vive com problemas de goteiras e com e mofo, a situação do menino tem se agravado por conta das atuais condições, o que tem gerado a revolta dos moradores de Santo Aleixo já que é de conhecimento da comunidade que a casa era para proporcionar uma melhor condição ao menino. Fazendo constantes exames e se tratando de um câncer, só a mãe do menino sabe o que vem passando, nem mesmo ambulância para fazer o transporte ela tem conseguido junto a prefeitura da cidade, algo que em outra cidade como Caxias seria difícil, porém possível.

 Perguntas que não querem calar 

1- Como pode ser irregular uma construção em que a prefeitura cobra e recebe valores referentes ao imposto municipal (IPTU)?

2- Como pode a prefeitura derrubar uma construção sem a devida autorização da justiça, e que a família havia impetrado um mandato de segurança e mesmo sem o parecer definitivo da justiça a construção foi destruída pela prefeitura da cidade?

3- Se a área era irregular mesmo, porque a mesma prefeitura de de Magé construiu uma escola municipal nas mesmas condições da suposta "construção irregular"?

4- Porque a prefeitura não tem dado a devida assistência ao menino como deveria ocorrer em qualquer outra cidade, negligencia ou puro descaso?

Hoje desempregada Drielli Vidal filha de seu Mario José, conta com a ajuda da família e de vizinhos que em um ato de solidariedade proporciona a família um pouco de esperança, a mãe do menino conta ainda que no dia em que a criança viu toda a construção destruída entre os entulhos acabou passando muito mau por ter visto tão de perto sua casa totalmente colocada abaixo.

Drielli atribuiu a culpa da derrubada da casa ao coordenador Gilber Câmara, que sem ter uma ordem judicial liderou a ação que culminou com a derrubada da construção, Câmara no dia teria tentado se evadir mais segundo ela foi impedido por populares que atravessaram automóveis impedindo o mesmo de sair do local. O coordenador da Defesa Civil de Magé sentido-se ameaçado registrou queixa na delegacia no mesmo dia em que a construção foi destruída.

A mãe de família fez um apelo a prefeitura para que a mesma pudesse resolver o problema o mais rápido possível, e ainda fez um outro apelo dirigido ao atual deputado Ricardo da Karol "Peço ao deputado que me ajude junto a essa luta que eu e minha família travamos, briga essa desigual. estou desempregada, meu aluguel esta atrasado, a casa em que eu e meus filhos moramos esta com mofo na parede e goteja em todos os cantos, por favor me ajude a resolver este problema". Encerrou o apelo indignada com a situação.

Atualizado: 29/05/2013

Na tarde de hoje aproximadamente as 15:10 conseguimos um contato com a assessoria da prefeitura de Magé, que informou que processo corre na justiça e que só deve se pronunciar quando o caso for julgado. A assessoria alegou ainda que a prefeitura agiu dentro da lei. Na segunda publicação da série "Prefeitura derruba casa em Santo Aleixo" colocaremos os documentos que comprovam a quitação do IPTU, pedido de impugnação movida pela família, e ainda na terceira publicação os laudos do filho da moradora que teve sua construção destruída. O menino tem que fazer exames e tratamento contra o câncer, a casa estava em fase de finalização com a esperança de dar maior conforto ao pequeno. Esperamos que a prefeitura em sua versão apresente o parecer favorável para que fosse realizada tal ação. Publicação especial com colaboração de Mauricio Junior.
 CIDADE - JOÃO MACIEL  Notícias de Magé | E-mail noticiasdemage@gmail.com |
Gostou do nosso site? Então curta nossa FAN PAGE, concorra automaticamente a prêmios sem precisar se cadastrar em nada, curta e fique bem informado. Saiba quais são as novidades clicando em PROMOÇÕES.

Este site usa cookies para melhorar o funcionamento e distribuição de seu conteúdo e sua interação com ele. Usando cookies, estamos colhendo e guardando temporariamente alguns dados pessoais. Você pode alterar as configurações de cookies no seu navegador. Mais informações: (Política de Privacidade).

PUBLICIDADE