PUBLICIDADE

Eleições Em Magé - Infidelidade Partidária

Notícias de Magé, Política em Magé - Piabetá - De acordo com informações do jornalista Elizeu Pires, a infidelidade partidária será aplicada aos candidatos a vereador pelos partidos que estão coligados proporcionalmente em apoio a um determinado candidato a prefeito, mas apoiam outro. Essa situação já foi verificada em várias legendas e o caminho será a formação de uma comissão disciplinar que poderá resultar na expulsão do candidato e na aplicação da infidelidade partidária, o que leva à cassação do mandato caso o “infiel” venha a se eleger.

Os casos mais comentados são os de Valdemiro Ferreira de Amorim, o Miro Amorim (PSDB) e de Millena Vieira Nogueira (PPS), que apoiam o candidato a prefeito do PSB, Ricardo da Karol, mas existem pelo menos mais 20 candidatos nessa situação. No caso do PSDB, partido da base do atual governo, há ainda vários casos de candidatos fazendo campanha independente, inclusive atacando o governo, mesmo recebendo material de campanha e estrutura fornecida pela coligação da qual o PSDB faz parte.