PUBLICIDADE

Hoje È Dia Decisivo Para Muitos Candidatos


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai julgar nessa quinta-feira cerca de 300 recursos impetrados por candidatos a vereador e a prefeito. A expectativa é grande em Magé, onde cerca de 140 candidatos a vereador estão com os registros “indeferidos com recurso” e esperam pelo julgamento para saberem se permanecem ou não na disputa. Os candidatos do PSB não deverão ter julgados seus processos hoje. Os recursos deles estavam para ser decididos na sessão de terça-feira, mas foram retirados de pauta com pedido de vista. A situação deles, de acordo com especialistas na matéria, não é nada tranqüila, bem como a dos postulantes do PSDC, PSOL e PRTB, mas um pedido de vista, para quem entende do riscado, pode ser uma luz no fim do túnel.
Na sessão de terça-feira a Corte manteve a impugnação do ex-prefeito de Rio Claro, Didácio Penna, que teve o registro negado em primeira instância. Ele terá de recorrer ao TSE, mas, de acordo, com advogados que conhecem o processo dele, as chances de a decisão do TRE ser derrubada em Brasília são mínimas. Ainda na terça-feira o TRE julgou favorável o recurso impetrado pelo ex-prefeito de Itatiaia, Almir Dumay, que vai poder disputar a Prefeitura novamente. Ele é o candidato do PR. Também foram deferidas as candidaturas a prefeito de Orlando Siqueira Neto, de Miracema; Jorge Ferreira Campos, de Mesquita; Otoniel Moura de Paulo Junior, de Paty do Alferes; Joelson Gomes Soares, de Italva, e de Waldecy Fraga Machado, de Cachoeiras de Macacu.
Ao contrário do que se pensava, o TRE está julgando favorável  pedidos de candidatura de muitos postulantes com contas de gestão reprovadas, e indeferindo os dos candidatos com problemas na documentação, como é o caso da maioria dos postulantes de Magé que foram indeferidos pela juíza da 110ª Zona Eleitoral, Patrícia Salustiano. Esses deveriam ter apresentado, até o dia 5 de julho, as certidões de inteiro teor e não o fizeram. Com esses o TRE está sendo rigoroso, bem com os candidatos com erro no Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap), situação dos 60 do PSB, PSDC, PSOL e PRTB.
Com informações do jornalista Elizeu Pires